100 ANOS DE MIGUEL ARRAES

por Danilo de Araújo Rodrigues publicado 18/02/2016 11h50, última modificação 22/02/2016 09h32
Por iniciativa do vereador Sargento Sampaio a Câmara de Vereadores de Jaboatão dos Guararapes aprovou voto de aplauso pela passagem do centenário de nascimento do ex-governador Miguel Arraes.

Por iniciativa do vereador Sargento Sampaio a Câmara de Vereadores de Jaboatão dos Guararapes aprovou voto de aplauso pela passagem do centenário de nascimento do ex-governador Miguel Arraes. Na homenagem o parlamentar destacou a história de lutas do político cearense que por três ocasiões (1964, 1986 e 1998) foi eleito governador de Pernambuco, deixando um legado de esperança principalmente para as populações carentes do estado.

Como justificativa para a homenagem Sampaio destacou a sensibilidade política e social do ex-governador Arraes e a sua trajetória como homem público ligado aos movimentos de esquerda. “O ex-governador Miguel Arraes nos deixou muitas lições de vida. Mostrou principalmente que aqueles que desejam entrar na carreira política devem lembrar sempre que a razão de sua existência no meio social é pensar sempre no bem comum, no que é melhor para o conjunto da sociedade”, afirmou.

DENGUE – E a mobilização da Câmara no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chicungunha continua. O vereador Sargento Sampaio solicitou que a Mesa Diretora envie convite à secretária de Saúde do município a fim de que a mesma compareça ao plenário na semana que vem para prestar esclarecimentos e informações aos vereadores sobre as formas de enfrentamento ao mosquito no âmbito da cidade.

“É importante para nós sabermos o que está sendo feito e como também poderemos colaborar com nossas equipes que atuam diretamente nas comunidades”, disse o vereador. Belarmino Souza foi à tribuna da Casa para informar que desde o início do mês determinou que todos os funcionários do seu gabinete deixem as dependências da Câmara e visitem as residências dos moradores de Jaboatão, num trabalho de conscientização permanente.

“Estou mobilizando meus funcionários para uma espécie de corpo a corpo nas ruas. Esta epidemia é algo muito sério e que está trazendo muitas consequências negativas para o nosso País. A mobilização tem que ser total. Então determinei o engajamento de todos os meus funcionários que estão indo às ruas fazer visitas às casas e terão que apresentar relatórios detalhados deste trabalho”, comentou.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados