CÂMARA VAI VOTAR REFORMA QUE REDUZ CARGOS NA PREFEITURA

por Danilo de Araújo Rodrigues publicado 25/12/2016 23h00, última modificação 27/12/2016 10h41
Em sessão realizada na manhã de hoje (26) a Câmara de Vereadores de Jaboatão dos Guararapes realizou a leitura do Projeto de Lei Complementar 03/2016 de autoria do Poder Executivo que propõe reforma administrativa na estrutura da Prefeitura municipal para a gestão 2017-2020. A proposta foi encaminhada pelo atual prefeito, Elias Gomes, após entendimentos com a equipe de transição do prefeito-eleito, Anderson Ferreira, que propôs as mudanças. Após a leitura em plenário o projeto - que reduz o número de secretarias, entre outras medidas - segue para votação, prevista para ocorrer na próxima quarta-feira (28).

 Ao definir os nomes dos futuros secretários, no último dia 22, o prefeito-eleito já havia informado que redefiniria a estrutura da Prefeitura a fim de conter os gastos públicos reduzindo o número de secretarias, de oito para sete e as secretarias executivas, de 33 para 24, sem prejuízo para as áreas essenciais da Saúde e da Educação. As duas pastas serão criadas na reforma administrativa que foi encaminhada à Câmara Municipal, deixando de serem secretarias executivas. 

Anderson Ferreira explicou as razões da reforma em função da crise econômica e da necessidade de apresentar resultados para a população. “A população mostrou nas urnas que deseja uma nova forma de governar e nós estamos dando essa resposta. Jaboatão é o segundo maior município do Estado e um dos maiores do País, por isso temos que explorar todo o seu potencial para que volte a ocupar o espaço que merece”, disse. 

EQUIPE - A Secretaria da Saúde será comandada pelo médico sanitarista Alberto Luiz de Lima, que é servidor de carreira da Prefeitura de Jaboatão. Também atuou na Política Nacional de Humanização da Secretaria de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde. 

A pasta da Educação terá como titular o administrador de empresas José Fernando Uchôa Costa Neto, que atualmente é diretor de Ações Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional, vinculado ao Ministério da Educação. Em Jaboatão, Uchôa já foi diretor do Instituto de Previdência dos Servidores. 

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania ficará com o vereador eleito em Jaboatão pelo PRB, Joselito Nunes. 

Já a Secretaria de Infraestrutura será comandada por Luiz Medeiros, que atualmente é diretor-presidente da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI). Medeiros já ocupou cargos na Prefeitura de Jaboatão, inclusive o de superintendente de Limpeza Urbana. 

A Secretaria de Planejamento e Gestão terá à frente o administrador de empresas Paulo Lages. Ele já ocupou vários cargos na Prefeitura de Jaboatão, no Detran-PE, secretarias estaduais de Administração, da Fazenda e Desenvolvimento Econômico, além da Compesa. Hoje é analista consultor da Agência de Tecnologia da Informação (ATI) do Governo de Pernambuco. 

Para secretário de Desenvolvimento Sustentável, Turismo e Empreendedorismo, foi escolhido Sidnei Aires, que foi vice-presidente do Complexo Portuário e Industrial de Suape. Ele é auditor fiscal do Tesouro do Estado de Pernambuco e já comandou a Secretaria Executiva de Projetos Estruturadores do Estado. 

A pasta da Fazenda ficará a cargo do advogado César Antônio dos Santos Barbosa, que é professor de Direito Administrativo. Atualmente atua como auditor orientador da Diretoria de Tributação e Orientação da Secretaria da Fazenda de Pernambuco. 

Para chefiar a Procuradoria Geral do município, foi escolhida a advogada Virgínia Pimentel, que coordenou o núcleo jurídico da campanha eleitoral de Anderson Ferreira, nas eleições deste ano. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados